sexta-feira, 21 de abril de 2017

Enquanto espero o amor chegar


Ao som de Enquanto esperoJoão Bosco


De todos os sonhos que já tive, o mais intenso e puro deles, foi o de pertencer a alguém. Não falo de estar diante de um altar e dizer sim na frente de amigos e familiares, mas o sonho de construir uma vida real, com contas vencendo todo dia 10, crianças à mesa e um vira-latas no quintal. Cheguei a acreditar que tinha “vencido na vida”, por tão cedo encontrar aquele que escolhi amar e pertencer. Mas houve um abril entre nós, e todo aquele sonho, todo o amor que eu tinha para dar e viver, precisou morrer. Por algum tempo, caminhei desacreditada, magoada e ferida, tamanha a dor que tive que encarar. Hoje eu sonho novamente. Sonho com o momento em que o amor chegará e me mostrará novamente o que é estar na vida de alguém, o quanto é bom andar de mãos dadas e caminhar sem pressa, sem pensar no tempo, apenas desfrutando dele.
Sonho com aquele que ainda não chegou e já gosto tanto. Sei que ele está guardado no coração Daquele que me sustenta, que me abriga nas noites de tristeza e incertezas. Não tenho dúvidas de que o Pai está nos preparando. Tenho certeza que o sorriso do meu amado provocará em mim uma alegria exagerada. Sei que meu jeito de escrever irá tocar seu coração. Ele pode até não torcer para o meu time, não saber dirigir ou ignorar o quanto gosto do mar, mas tenho certeza vou amá-lo e sei que não estarei sozinha. 

Talvez tenha sido a semana extremamente difícil ou simplesmente o sonho que voltou a florescer, não sei ao certo o que me fez ter vontade de dizer: Sim, Senhor, eu ainda espero o meu Boás, ainda espero aquele a quem irei amar e pertencer!


______________________________________ 
[Para ela]
Ele vai chegar! Vai te amar e quando lembrar desse tempo de espera, vai saber que valeu a pena.


Nenhum comentário:

Postar um comentário