Nada permanece o mesmo

Ao som de Via Láctea, Legião Urbana 

Não sei mais escrever. Desaprendi. Vida resumida em resenhas, relatórios, dissertações e tudo ligado a vida acadêmica. O prazer da leitura foi substituído pela obrigação – cinco capítulos em dois dias, mais três em um fim de semana acompanhado de provas e aflições. Mas eu desejei isso. Quis e ainda quero chegar ao fim dessa jornada. A vida em palavras e construções está em suspenso. A alegria da escrita anda guardadinha, em algum canto da minha alma. Fui covarde, não tive coragem de tirar o blog do ar. Tive a chance, cheguei a não renovar o domínio, mas a vontade de manter em aberto a possibilidade do reencontro foi maior. Uma hora eu apareço, fujo, forço um reencontro com a suavidade.


 
Blog da Ana Santos Blog Design by Ipietoon