quarta-feira, 26 de junho de 2013

... Mas nós fomos embora ...


Para ler ao som de Lembra de mim, Ivan Lins

A saudade hoje não veio em doses homeopáticas... Veio com todas as lembranças de todas as palavras, promessas e aromas. A vida seguiu, por um tempo doendo, mas seguiu. Com o tempo a gente aceita, depois a saudade ameniza, a lembrança deixa de machucar e passa a visitar o coração com uma ou outra recordação. Mas hoje não. Ela veio com toda aquela sua peculiaridade, suas frases engraçadas, seu jeito tão característico de me tirar do sério.  Encontrei guardada num canto qualquer a foto da pequena rebelde... Fiquei pensando no futuro que ela construiu e no passado que perdemos com o tempo que passou. Fomos embora de nossas vidas de todas as formas possíveis, pois deixamos o abraço, a amizade, as risadas e a profundidade. A cumplicidade se esvaiu e a alegria que havia escorreu pelos dedos. Como disse Marla de Queiroz certa vez “não importa quanto tempo você teve para amar alguém, mas o amor que você investiu durante aquele tempo.” Aquele tempo foi nossa eternidade... 

Óbvio ululante

"Estava só pensando de repente
Se a gente algum dia
Pode ainda se encontrar"



Estava lá o tempo todo e eu não vi. Não enxerguei o óbvio, o que estava escrito entre as linhas.  Nós sempre soubemos a verdade que existia no outro, e ainda assim, nos enganamos. Eu sempre disse que ninguém é obrigado a saber amar ou aceitar o amor do outro, mas tem a opção de retribuir ou não esse sentimento. Por mais que eu lhe repetisse isso seguidas vezes, implorava por seu amor. Não compreendia que, apesar de lhe escutado dizer que tinha medo de me perder, na verdade você sabia que não teríamos um futuro juntos. Tantas vezes o seu silencio me disse isso e eu tola, não entendia. Escrevi capítulos de uma história que só aconteceu em meus pensamentos... Eu não sabia nada da vida, não sabia nada sobre pessoas, expectativas e decepções... Era óbvio que tudo o que tinha que ser, foi, mas nós nunca fomos um para o outro, por mais que desejássemos.

Lembranças distantes



“Escolher quais caminhos irá traçar e ser responsável pelas consequências destas escolhas é o grande lance da vida adulta e hoje eu tenho consciência de cada escolha tomada, ainda que não tenha sido a melhor ou a mais feliz. Se eu tenho algum arrependimento? Todos, mas não dá pra voltar atrás e reescrever minha história; às vezes tenho a sensação de que tenho mais passado do que futuro, então preciso aprender a viver com o que tenho. Hoje, mais do que nunca, eu entendo o motivo de você ter entrado em minha vida....”



A gente tem lembranças que parecem tão distantes, que se confundem entre o que realmente aconteceu e o que gostaríamos de ter vivido.

segunda-feira, 24 de junho de 2013

O que fizemos com nosso país?


E no fim, a culpa é de quem? É nossa, minha gente! Por tantos anos nos omitimos, votamos de maneira errada, escolhemos nossos governantes por facilidades e não por caráter, nós somos os culpados por ter deixado o país desta forma. Somos culpados por aceitar os governantes embolsando dinheiro público sem protestar. Nos tornamos coniventes com tantos corruptos, tantos ladrões nos representando. Sim, ladrões nos representam, pois o voto é representatividade da escolha do povo, e se ladrões são eleitos, logo, nos representam. CHEGA DE TANTA HIPOCRISIA! Se queremos mudanças, temos que gerar a mudança em nós. De nada adianta pintar a cara, fazer cartazes e continuar pensando igual. Como serão suas escolhas nas urnas? Se você não sabe o que significa reforma política, plebiscito, não entende a importância do Congresso e do Senado, informe-se, mas não nos canais de televisão. Tudo o que foi dito pela presidente hoje como seu "pacto" com a nação, não passa de sua obrigação com aqueles que a elegeram, porque Responsabilidade Fiscal; Reforma Política; Combate à corrupção; Saúde;Transporte Público e Educação fizeram parte de sua proposta de governo.
Seja consciente, entenda o valor da política e ore por sua nação. Não seja omisso! Que toda esta mobilização não seja plataforma para corruptos se (re)elegerem.

sábado, 22 de junho de 2013

Pensando alto...


[Reflexões] "Quem anda com os sábios será sábio; mas o companheiro dos tolos sofre aflição.” Provérbios 13.20; “Bem-aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios.” Salmos 1.1ª; “Não vos enganeis. As más companhias corrompem os bons costumes.” 1 Coríntios 15.33


O que essas passagens bíblicas tem em comum? Todas elas destacam a necessidade de saber escolher bem aqueles que nos acompanham. Minha mãe sempre disse: "quem anda com porco, farelo come." Aqueles que nos cercam, que nos aconselham podem ser os responsáveis por nossa ruína ou sucesso. Certa vez conheci um homem rico, influente, poderoso que resolveu dar ouvidos a quem não possuía qualquer direcionamento do Senhor. Aceitou conselhos de alguém perverso, mesquinho e maldoso. O fim dos dois homens nós já sabemos qual será, mas muito me preocupa aqueles a quem eles prejudicaram e feriram na alma. Somos responsáveis não apenas por nós, mas por aquilo que fazemos aos outros, e o preço a ser pago será alto. 
Que tenhamos sabedoria ao escolher aqueles que nos aconselham e ao decidir qual conselho seguir!

terça-feira, 18 de junho de 2013

Habitável e humano


"O planeta não precisa de mais 'pessoas de sucesso'. O planeta precisa desesperadamente de mais pacificadores, curadores, restauradores, contadores de histórias e amantes de todo tipo. Precisa de pessoas que vivam bem nos seus lugares. Precisa de pessoas com coragem moral dispostas a aderir à luta para tornar o mundo habitável e humano, e essas qualidades têm pouco a ver com o sucesso tal como a nossa cultura o tem definido."
Dalai Lama


terça-feira, 11 de junho de 2013

Como torcer para o Brasil nas Copas....?


Alias vou sim torcer pra que ele...
"NÃO GANHE NADA...".

Como torcer para esse Brasil que em meio as ordens da FIFA Ira gasta no mínimo 33 Bilhões pra 20 dias de "festa"
Enquanto esse mesmo Brasil a gente vê um povo paciente pedindo,gritando,implorando.
Por uma....

Educação que é direito de cada criança.

Por saúde que é um direito básico para o trabalhador.

Por uma lei que não só beneficia quem pode e quem tem.

Por transporte que é um cuidado que o país deveria ter por um povo que luta todos os dias pra que a gente seja esse gigante que somos hoje.

Por segurança para todos para que as balas perdidas não pegue apenas quem mora nas favelas.

Como torce em meio a tudo isso.

Para nos Brasileiros nos resta ficar em nossas casas com a televisão no quintal.
Atrofiado e anestesiados por essa "festa" de 20 dias sem ter a consciência de que no final vai ter um conta que quem vai pagar sou eu e você em meios a muito e muitos impostos que já pagamos para termos o direitos a coisa básicas.

Porem o estado vai gastar esses Bilhões sem nos perguntar se e isso que a gente quer.
No final a gente paga a conta e o Privado ficara com os lucros.

No tem como Torcer para Esse Brasil.
Minha torcida e para o Brasil ser Campeão na Educação.
Um pais Educado pensa melhor.
Distribui melhor.
Viver melhor.

Justiça e Transformação 
A partir do Rio.

Texto de Pedro do Borel.

sábado, 8 de junho de 2013

(...)

Tem dias que eu acordo longe. Com vontade de reescrever o passado bom, mas com vontade de fazer coisas novas também. Nestes dias eu acordo livre: livre das obrigações e das convenções... Respiro fundo, sigo caminhando, sonhando acordada, porque na verdade, tudo não passa de sonho, daqueles que moram dentro da gente, pois aqui fora tudo continua igual...

Direção oposta



Caminhando na direção oposta de algumas pessoas. Em algum momento pode até ser que estejam perto de mim fisicamente, mas jamais encontrarão meu coração. #pensandoalto

domingo, 2 de junho de 2013

Oi gente!

Ando tão cansada, tão exausta que nem consigo produzir nada de qualidade para esse espaço! Trabalhando, estudando a noite, fazendo assessoria, avaliando alguns materiais, dormindo cada vez menos, e tentando equilibrar outras áreas da vida... Tá difícil de conseguir chegar aqui com algo de qualidade. Vira e mexe sai uma frase que penso “isso deveria ir pro blog”, mas ultimamente as postagens estão mais frequentes (talvez pela praticidade) no Facebook. Por isso, meus queridos (3) leitores, não se assustem com os intervalos daqui, me acompanhem no Facebook (clique aqui)
Por enquanto é só!
A gente se esbarra...