terça-feira, 7 de março de 2017

Antes de amar novamente, leia a bula



Ao som de Breathe me, Sia


Você não merece migalhas de um amor inventado, nem o engano de uma canção dedilhada no fim da tarde. Se o dia está difícil, merece o conforto de uma voz doce. Se os conflitos da vida adulta lhe perturbam, encontre a paz no sorriso de quem ama. Abandone os enganos, não existe ninguém ocupado demais para oferecer amor. O amor real e construído exige menos: menos cobranças, ausências, justificativas que nada justificam. Ele precisa apenas de pessoas dispostas, e isso, infelizmente, parece cada vez mais raro. Por ser raro, o amor é caro. Caro demais para você gastar numa tarde de verão. 
Você é apenas uma menina, seus vinte anos lhe reservam grandes alegrias e muito amor, mas antes de amar novamente, por favor, leia a bula. E, parafraseando o poeta: “não seja tola, não falta amor. Falta amar.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário