segunda-feira, 13 de março de 2017

A paz que ela quer...



Ao som de Melim

 "Hoje ela só quer paz..."

Ela tem um jeito muito particular, único. Risonha, sonhadora, dona de tantas histórias que, por vezes, eu poderia jurar que viveu seis vidas em pouco mais que vinte anos. Ela tem brilho nos olhos, sua fala é acelerada,  com passos firmes. Nenhuma descrição será tão fiel quanto o encantamento que ela desperta quando permite que você se aproxime dela. Conselheira, boa ouvinte, confidente. Consultora para assuntos diversos. Quase psicóloga. Quase nutricionista. Cem por cento ela. Dela. Não se permite voltar aos passos errados. Seu GPS aponta um caminho difícil, mas está certa de que a felicidade não está na dúvida. Em sua estrada não existe meio termo. Nada morno lhe atraí. É frio ou quente, preto ou branco, paixão ou indiferença. Não se iluda com sua aparente simplicidade.
Seu jeitinho delicado, sua meiguice combinando tão bem com sua baixa estatura iludem qualquer um. Ela tem um toque de vulcão em plena erupção. Sustenta seus sonhos com a mesma força e a delicadeza que uma bailarina em meia ponta. Hoje fui braços, abraços e afago, mas já recebi inúmeras vezes o colo que hoje ofereci. Amanhã será um novo dia. Ela irá novamente andar com sua alegria escancarada, seus passos hipnóticos e dirá mais uma vez, que a tristeza não será sua companheira.

3 comentários:

  1. Que Lindo Fu, muito obrigada por me fazer enxergar meu próprio valor, amo você imensuravelmente por me acreditar em mim e sempre estar disponível com seus braços quentinhos*-*
    Amo Muito Minha Fuuu!!! <3

    ResponderExcluir
  2. Muito lindo,Ana! Que bom que nada de tristeza c0mo companhia! bjs, chica

    ResponderExcluir