sexta-feira, 20 de setembro de 2013

O tom da lembrança...



Pra ler ao som de I Won't Give Up


"Lembrar com amor é oferecer, no coração, um sorriso que se expande. (..) É um modo de abraço, não importa o aparente tamanho da distância, nem as enganosas cercas do tempo. Lembrar com amor é levar a vida, no exato instante da lembrança, ao lugar onde a outra vida está e plantar uma nova muda de ternura por lá." Ana Jácomo



O inverno veio se despedir de mim e trouxe a mais latente, e talvez mais terna e dolorosa lembrança que tenho de você: o céu colorido em tons de vermelho. Arrancam-se raízes bem profundas do coração mas deixam o som de uma gargalhada gravado na memória. Enfim sou capaz de visitar memórias e reescrever uma história tão particular, tão sua e unicamente minha. Uma história que teve seu final feliz, do nosso jeito, da maneira que deveria ser, do jeito que foi... felizes para sempre, cada um a seu modo.
Enquanto o céu muda de cor e o ponteiro avança impiedosamente sobre as horas, me dou conta do tempo que se passou. Parece que foi ontem o sábado de pé quebrado que mudou meu jeito de pensar e sentir, mas são anos que nos afastam e me aproximam de uma visão unilateral das escolhas que fizemos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário