terça-feira, 6 de novembro de 2012

Complicado

Detesto a palavra “complicado”. Sempre que a escuto, sinto arrepios. Isso porque durante muito tempo ela foi usada como desculpa, mas hoje eu vejo que complicado mesmo é ter que sorrir escondendo as lágrimas; é seguir a diante querendo retroceder. Complicado de verdade é sentar em frente ao espelho, preparar-se para um grande dia, o mais esperado de toda a sua vida e se questionar sobre a escolha que foi feita. Complicado é lembrar querendo esquecer, é ouvir uma música marcante e não sofrer. Complicado é viver se escondendo, fugindo do inevitável. Complicado sou eu, é você, somos todos que amamos, vivemos, sentimos...
Ao som de Adele.

2 comentários:

  1. É exatamente por ai. Complicado sou eu, é você...







    Elaine Arsenio

    ResponderExcluir
  2. Esse seu post me fez lembrar as nossas conversas. O complicado é não te amar amiga!

    ResponderExcluir