quinta-feira, 17 de maio de 2012

O que ficou de nós



Agora sou a prova viva de que nada nessa vida é pra sempre até que prove o contrário”

Seria tão triste passar as noites em claro pensando "e se...", mas nós construímos nossa história repleta de memórias. História que ficou gravada e eternizada em nós, nos livros e em todos aqueles que viveram ao nosso lado. E daquele amor restaram as palavras ditas, as promessas feitas, os sonhos desenhados no contorno dos seus abraços. Ficaram as músicas que embalavam nossas viagens, as meninas crescendo e sendo aceitas na faculdade. O sol riscando de laranja o céu pela manhã, as rosas vermelhas tatuadas na memória, a vontade de envelhecer ao teu lado e o perfume que inebria o pensamento... Todos nós temos que lidar com as consequências de nossas escolhas, e o que restou de todo aquele amor, fomos nós dois. Dois caminhos, duas vidas distanciadas por escolhas difíceis.  Mais si je pouvais un instant à travers le temps et l'espace, serait dans tes brás je voudrais maintenant (...).

_____________________________
Ao som de Sensações

Nenhum comentário:

Postar um comentário