quinta-feira, 22 de março de 2012

A poesia completa


De uns dias para cá, a poesia voltou a fletar comigo. Ela que andava tão quieta, tão distante, reapareceu. Voltou com ares de alegria, ares de cumplicidade e completude. E isso existe? Claro que existe!  É aquela palavra que completa o sentimento; a frase que rima com o que o coração tentou mostrar, mas calou. É a emoção rascunhada de uma vida construída. 
Seja bem vinda, e fique o tempo que quiser!

Nenhum comentário:

Postar um comentário