sábado, 7 de janeiro de 2012

Censurado!

À medida que eu me permito ser lida, eu me tiro o direito de escrever absolutamente tudo o que eu desejo. (Autor desconhecido)


... E eu que tinha tanto a dizer...

Um comentário: