quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Relacionamento é plural

[2012]  Página 25/366

Ao som de Encontros e Despedidas

"Crie laços com as pessoas que lhe fazem bem, que lhe parecem verdadeiras e desfaça os nós que lhe prendem àquelas que foram significativas na sua vida, mas infelizmente, por vontade própria, deixaram de ser. Nó aperta, laço enfeita… Simples assim." Silvana Duboc

Quando eu falava sobre o quanto os relacionamentos interpessoais são perecíveis (com prazo de validade), algumas pessoas achavam que me referia a elas, mas todo o tempo falava de mim. Sei que tenho minha cota, conheço meu limite. Não construo relacionamentos sozinha, preciso da reciprocidade no envolvimento. Amizade nunca é singular, sempre plural. Jamais autossuficiente. Se hoje consigo desatar os “nós” criados ao invés dos laços estabelecidos, deve-se somente ao fato de ter aceitado que “tem gente que veio para ficar, e gente que veio só olhar...” Quando entendo e aceito isso, me dedico somente aos relacionamentos que ainda estão dentro do prazo de validade.
A verdade nunca é inadequada, ainda que não seja agradável aos ouvidos e é melhor que seja didaticamente exposta, assim ninguém sofre no final.

2 comentários:

  1. Uma verdade irrefutávle, penso que foi direta e precisa na abordagem do assunto! Bjs

    ResponderExcluir
  2. Eu também prefiro a verdade sempre,ainda que possa doer...beijos praianos,chica

    ResponderExcluir