Outros caminhos

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

O momento da mudança era inevitável, nós sabíamos que era apenas uma questão de tempo até este dia chegar... Eu tentei, tentei muito. Fiz tudo que estava ao meu alcance, fui além dos limites que eu conhecia. Batalhei pelo que acreditava, mas não deu. Às vezes a gente cansa de tanto esforço, da obrigação de ter que dar certo, do compromisso velado de se encaixar em espaços que não foram feitos para nós. E eu sempre fui tão diferente daqueles padrões...  No início achava que eu era grande demais, com o passar do tempo me fizeram acreditar, que na verdade, eu era tão pequena que se quer merecia algum valor. Tantos sonhos, tantos planos, tantas vontades... Todos sufocados pelos medos. De repente, aquele mundo ficou pouco demais pra mim. Sufoquei. Eu sei, eu poderia ter esperado um pouco mais, ter deixado um pouco mais de tempo passar, mas se fizesse isso já seria tarde demais. Se esperasse mais, me perderia outra vez de mim. Você teve o pior de mim, teve meus pedaços, meus temores e angústias. Eu tive o seu melhor... Ainda tenho o melhor de você em mim. Preciso construir de novo o meu melhor. Preciso ser novamente inteira. A porta está aberta, as malas estão prontas. Passar por ela é tão necessário quanto respirar. Braços abertos e coragem. Caminhos traçados, minha bússola aponta para a felicidade... Danem-se os padrões, estou ignorando as placas de perigo. Minha única preocupação é não deixar que outra vez me digam o que devo ser. Lamento que você não tenha feito a mesma escolha. Você merecia bem mais dessa vida. Merecia mais felicidade, mais liberdade, mais vida, assim como eu. Até quando irá permitir que a vida diga quem você deve ser? Até quando permitirá que tracem os seus caminhos?
______________________________
 2º lugar na  22ª Edição Começo e Fim do Creativite -

5 comentários:

  1. Oi Ana vim agradecer seu carinho, vc sempre tão atenciosa comigo, bjo enorme pra vc!!

    ResponderExcluir
  2. ande por quantos caminhos andar, jamais se perca do seu norte.
    pois pior que a morte é se perder e nunca mais voltar.

    gostei daqui. :)

    -aurelio
    oescritordesonhos.com

    ResponderExcluir
  3. Estou nessa fase, novamente tendo que recomeçar a vida sem meu esposo, que novamente me deixa para ficar com a ex amante que se tornou atual amante, mas creio que a vida tem tantos objetivos e pra mim, viver bem é o motivo atual que procuro, criar meus filhos e viver! gde bj

    ResponderExcluir
  4. Tentar ter as redeas da propria vida e nao aceitar que "os perfeitos padroes" estipulados pelo o que ditam ser "normal", domem as nossas proprias necessidades é como ter asas e poder voar... Por mais dolorosas que nossas decisoes sejam, se for preciso acontecer, que o primeiro passo seja sempre o MEU! Pq no sim ou no nao, serei EU a protagonizar o fim dessa historia...

    ResponderExcluir

 
FREE BLOGGER TEMPLATE BY DESIGNER BLOGS