sábado, 26 de fevereiro de 2011

Confusões amorosas





“Estou morrendo de saudades dele. Na verdade, eu nunca o esqueci, sempre que me sinto perdida, desanimada, sozinha, eu me lembro de como fui feliz com o Marcos. ”

Ao som de Lado errado 



Marcos é um antigo amor que deixou marcas profundas e lembranças doces. Está longe de ter sido o mais perfeito de todos os homens, nem a fez a mais feliz das criaturas, mas ela imagina que com ele seria diferente do que é hoje, seria mais feliz e realizada do que é em seu relacionamento atual. Ele tinha um jeito de príncipe encantado, boa conversa, pegada imbatível e boas chances de ser ‘o grande amor de sua vida’, mas por algum motivo, completamente esquecido e/ou ignorado, não foi à frente o ‘lance’ entre eles.
Ele representa uma história boa, feliz e que acabou. Representa aquilo que se quer sentir, ter, viver, mas neste momento parece distante de acontecer, então não se consegue separar o sentimento, das lembranças e do que realmente se quer. Quando se está sozinha no fim de semana, jogando paciência spider no PC, tem ‘certeza’ que está sentindo saudades dele, mas a verdade é que está sentindo falta da sensação que tinha quando estavam juntos, aquela coisa boa e esquisita que sentimos quando estamos apaixonados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário