segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Maninha

Quando cheguei a este mundo, você me recebeu com muito carinho, amor e sempre pensando em proteger e cuidar...
Me disse que sempre seria mais que minha irmã: seria meu apoio sempre presente e que o laço que nos une não tem preço e durará para sempre.
Cresci percebendo que a vida era bem mais que as brincadeiras na hora de dar brilho no chão, escorregando de um lado para o outro, a vida era (e ainda é!) o bem e o mal, as tardes esperando a mamãe chegar do trabalho e a preocupação das doenças infantis e a emoção da primeira leitura. A vida nunca foi fácil, mas sempre soube que poderíamos ir mais longe se estivéssemos juntas.
Vi o tempo passar e entender que você sempre foi muito mais que uma irmãmaisvelha: você se tornou parte de mim, algo como jamais alguém poderia ser. Você é aquela que conhece minhas fraquezas e me anima a superá-las. Você me dá liberdade para rir, chorar, mostrar meu lado mais sombrio e menos glamuroso, ou simplesmente ficar quieta, apenas recebendo seu afago, seu carinho. Com você eu sou a Ana sem disfarces, sem margens e ainda assim tenho seu amor.
Nem sempre concordamos... mas nos respeitamos. Nossas opiniões, nossa maneira de enfrentar a vida podem ser diferentes... mas e daí? Apesar de tudo, qualquer que seja a situação, nós nos queremos de forma incondicional.
Em diversos momentos agimos uma com a outra como irmã mais caçula e como irmã mais velha. Obrigada por me escutar sem me julgar, por me dar conselhos sem pressionar.
Obrigada por me ajudar a ter confiança em mim, e por me fazer saber, sem palavras, que você sempre vai estar ao meu lado.
O melhor de sermos irmãs é este sentimento tão profundo de poder dividir tudo. Estamos longe, sempre ocupadas com focos diferentes, mas sempre próximas. Lutando para alcançar nossas metas, mas sem nos perder de vista. Vivendo nossas próprias vidas, mas sempre juntas.
Sendo minha irmã, você foi testemunha tanto de minhas vitórias quanto de minhas derrotas.
Você sempre espera o melhor para mim, mas me aceita exatamente como sou. Você foi minha confidente e meu apoio, você me deu esperança e me ajudou. Por que sabe mais que ninguém de que preciso para seguir em frente.
 Nós duas sabemos que não importam as circunstâncias, nem o momento, nem o tempo que tenhamos passado distantes... não existe uma brecha capaz de nos manter separadas se uma precisa da outra.
Minha maninha, fomos mudando juntas, mas para mim você sempre será a memória dos meus sonhos, a solidez do amor familiar, o cheiro de roupa limpa ...
Que a vida lhe de muitas alegrias; eu estarei ao seu lado para celebrá-las (ou pelo menos a um telefonema de distancia).
Obrigada por tudo, TE AMO MINHA MANINHA! Sempre com você - aqui, no agora e no amanhã.

FELIZ ANIVERSÁRIO!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário