segunda-feira, 17 de maio de 2010

Onde você estiver

Sendo muito verdadeira, principalmente com os poucos leitores deste blog (a começar por ter consciência disso, que são poucos!), estou num momento "comigo". Não pretendo ficar fora do ar, abandonar esse espaço que amo tanto (como sabem, a escrita me escolheu e eu não abro mão da doce e agradável liberdade que ela me proporciona), quero apenas que não se assustem, ao me encontrar por algum corredor, mesa de café, ponto de ônibus, etc..., me vejam mais quieta, menos megafônica que o de costume. 

 "A saudade vai sempre doer, mais a cada dia e piorar a cada grande conquista; mas você precisa entender que nem a distancia, nem a mais sofrida saudade, consegue destruir o que é verdadeiro."



                                                                                                                                                                                           

3 comentários:

  1. Tempo...
    Tempo tráz muita coisa boa e muita ruim.
    Tempo de ficar quieta de buscar a paz que só encontraremos em Ti. Paz que não encontro em mim, paz que não compreendo, paz que só ELE traz e bem enorme que isso faz...
    AH... faz todo sentido buscar esse tempo de paz.

    Beijos,
    Anita.

    Encontre-a.

    ResponderExcluir
  2. E você sempre me entende!
    E sempre ri das minhas palhaçadas, mesmo que seja
    na hora de ir embora e pra demonstrar a minha revolta contra os "abusos" que sofremos por conta da vida feminina e simpática que procuramos levar.(Discurso político, rs).
    Beijos, Lidi!!

    ResponderExcluir
  3. Oi
    Adorei esse blog,me indentifiquei...
    Meu nome é jennifer

    ResponderExcluir