domingo, 2 de maio de 2010

Daquilo que queremos




 Ao som de Eu sei, Pato Fu

Eu só queria cabelos que não ficam brancos (como estou com dor de cabeça, não posso pintá-los).
E cabeça que não fique doendo quando faz frio (assim poderia pintar meus cabelos brancos).
E que a distância não me afastasse das pessoas que amo (porque ausência dói mais que enxaqueca).
E contas bancárias sempre positivas (porque ficar contando moedinhas é de lascar).
E coragem para falar o que eu quero e penso sempre (porque não dá mais pra ser simpática com todo mundo e fingir que não me incomodo).
E jogos de cama e banho azul marinho (para minha casa nova imaginária).
Porque hoje é domingo, estou cansada e sozinha em casa. Pronta para a minha rotina de amanhã.
Sim, apesar de incomum, isso só mostra que estou feliz por estar viva.



Nenhum comentário:

Postar um comentário