quarta-feira, 17 de março de 2010

Maria ... (ou como me tornei personagem de novela mexicana)

Começou bem o dia? Percebeu que presente você recebeu hoje?

Um lindo dia de chuva! Isso mesmo, lindo mesmo com chuva! Não ouse reclamar! Eu perdi a hora, perdi um dos ônibus (graças a Deus não foi o da empresa, ufa!), quase levei um tombo antes do café da manhã (novidade,rs*) e ainda assim me recuso a reclamar ... O dia está liiinnddooo !!

‘Santo Deus, que exagero!’ Você deve pensar. Mas, eu sou exagerada! Exagerada e dramática! Quando sofro, sofro muito, até esgotar minha cota de lágrimas e compor pelo menos, 10 músicas no estilo ‘fossa’ (brincadeirinha). E com a felicidade também sou assim. Quero os momentos felizes compartilhados com quem está a minha volta, mostrar para quem quiser (e não quiser também) a minha alegria. Não aceito felicidade egoísta (existe!) – "se eu estou bem, estou feliz, não estou nem aí para os outros." 
Na verdade, eu não sou apenas exagerada. Sou intensa, nunca uma leve brisa, sempre um furacão. Nunca despercebida (e tem como não ser? Barulhenta, vivo tropeçando, caindo, derrubando, quebrando, esbarrando...). Levo a sério o que faço, mas faço mostrando quem eu sou. Não adianta tentar me mascarar, impedir de mostrar meu sorriso, minha voz ou mesmo as minhas lágrimas. Não escondi o choro nem numa entrevista de emprego (ai que mico, Giselle!) e nem por isso me torno ‘mulherzinha’ demais. Aliás, demais é coisa que eu não sou! Nem quero ser! Tudo é que é demais enjoa, faz mal, irrita, preocupa. Eu quero ser na medida! A medida exata para cada pessoa, para cada um que passar pela minha vida.

Ah! E quanto ao título do post, sou uma Maria! Maria de novela mexicana, puro exagero .... mas sou Maria sem direito a final feliz porque eu não quero só o final, eu quero o caminho inteiro!

4 comentários:

  1. Adorei o texto , Ana!!
    Bjs.

    Vera Garcez

    ResponderExcluir
  2. é vc???

    Que lindo, não sabia dessa sua aptidão... Deus te abençoe..

    Maria Susana

    ResponderExcluir
  3. Hj eu mandei um email para uma pessoa e começo foi bem parecido com o que vc escreveu pois quase perdi o onibus da empresa, q não foi o seu caso, esqueci o guarda-chuva e caiu um toró daqueles, para minha sorte a minha vizinha também trabalha aqui e me deu carona no dela. Nossa quase estraguei o meu cabelo, também não esta da mesma forma que estava quando terminei de me arrumar.
    Mas eu escolhi ser otimista, de novo.

    Debora Ribeiro

    ResponderExcluir
  4. Eu Maria e Ester, por que eu sou bipolar,rsrsrs!
    Adorei e me encontrei neste texto, do titulo ao fim!
    Aproveitando: Miga te amo!

    Maria Ester/ ml.paes

    ResponderExcluir