domingo, 14 de fevereiro de 2010

Ser sondado para ser usado

Na última semana tive a chance de adorar ao Senhor através do meu louvor (que cá entre nós, só Ele recebe, já que a minha delicada voz faz com quem esteja ao lado, ore para que eu fique afônica, rs*). Em resposta a minha adoração, fui ministrada a respeito do que estava cantando a plenos pulmões. Resolvi compartilhar...



1ª parte – Conhecimento

“Sonda-me, Senhor, e me conhece”

Sempre que temos algum projeto a realizar, precisamos detectar qual será o primeiro passo, e aqui ficou bem claro qual é a primeira etapa para concretizarmos os planos do Senhor em nossas vidas. O Senhor precisa nos sondar, conhecer nosso coração, nosso pensamento, nossos caminhos. Ainda que não tenhamos proferido uma só palavra, Ele já sabe exatamente o que iremos falar. Não há lugar oculto para Ele, não há possibilidade de escondermos algo dEle, mas ainda assim, o Senhor aguarda o nosso pedido, o nosso aval (como se precisasse!) para que a vontade dEle seja feita em nossa vida.

2ª parte – Quebrantamento

“Quebranta o meu coração”

Ecodopplercardiografia – você sabe o que é? Trata-se do mais avançado exame de ultrassom para o coração. É tão seguro que até mesmo crianças e gestantes podem fazer. Imagine que você precisou realizar este exame por haver a suspeita de problemas cardíacos tão graves que podem levá-lo a morte. É óbvio que você irá querer levar os resultados para o médico e caso seja necessário, fazer todo o tratamento possível para que a doença não avance, correto? Pois foi exatamente o que aprendemos nesta parte do louvor. Após termos pedido que o Senhor nos conheça, que Ele faça o exame detalhado de nosso coração, agora pedimos que Ele nos trate, que nos cure de todo mal que há em nosso coração – orgulho, rancor, mágoa,tristeza,culpa, avareza,inveja, etc. O quebrantamento é o tratamento ministrado pelo Espírito Santo para nos curar de nós mesmos. Somente através de um coração contrito, quebrantado, que conseguiremos agradar ao Pai (Salmos 51:17), pois não existe relacionamento sincero com Ele se não for desta maneira.

3ª parte – Transformação

“Transforma-me conforme a Tua palavra”

Mudança, mutação, metamorfose. Apenas alguns significados da palavra transformação. Mas não qualquer transformação, esta é única, pois se dá através da Palavra de Deus, Palavra de vida eterna (João 6:68), de sabedoria, de libertação. Não existe “meia” transformação. Não tem como uma lagarta entrar no casulo e sair metade borboleta e metade lagarta. Quando somos transformados pela Palavra do Senhor, a mudança é completa. Ele retira de nós tudo aquilo que nos afasta dEle, com o nosso coração quebrantado fica mais fácil de assimilarmos a mudança exigida, não por ser imposta como ‘lei’, mas porque desejamos agradar ao nosso Pai, mudamos as atitudes, os pensamentos, os hábitos, os sentimentos... É através dos frutos do Espírito (que são para todos e não para poucos escolhidos, como alguns gostam de pensar) que a nossa transformação se torna evidente. Aquele que era iracundo torna-se paciente e manso, aquele que tinha ódio e rancor em seu coração, passa a amar ao seu perseguidor, etc.




4ª parte – Capacitação

“E enche-me até que em mim se ache só a Ti”

Pegue um copo d’água, mas não coloque água limpa. Use a água mais suja que puder encontrar, misture com algo que deixe a água bem turva, bem escura, impossível de ser consumida. Agora pegue este mesmo copo e coloque-o debaixo de uma torneira aberta. Você irá perceber que toda a água suja irá sair enquanto a água limpa entra, e não apenas ficará no copo, como irá transbordar. Quando deixamos que o Senhor nos encha com o Santo Espírito é isso que acontece – toda a sujeira do pecado sai e transbordamos daquilo que o Pai nos concede. Já possuímos os frutos do Espírito e nesta etapa de capacitação, são os dons que irão nos conduzir em nossa chamada ministerial.

5ª parte – Utilização

“Então, usa-me , Senhor”

Ser usado por Deus requer bem mais que vontade. Temos que pagar o preço para que isto aconteça. A preparação não é fácil, abrir mão do que pensamos, queremos, para fazer a vontade do Pai; mudar nosso modo de agir, obedecer, santificar, fazer mais do que levantar as mãos e repetir canções. Muitos já disseram “eis-me aqui, usa-me”, mas quando o Senhor deseja realmente usar, dizem: “não Senhor, eu não irei falar isso!”, ou então: “o Senhor que levante outra pessoa para dirigir o culto de oração”, “o Senhor que envie outra pessoa, pois eu não me sinto com o chamado missionário”, entre tantos exemplos. Dizer “usa-me” requer que submissão e obediência. Ser usado por Deus é ter a certeza de que passamos a brilhar como um farol à noite, não por merecimento próprio, mas por graça, pois nos tornamos luz em meio às trevas do mundo (Mateus 5:13).. Vamos permitir que o Senhor nos use conforme a Sua vontade, que Ele decida o que deve ser feito através de nossa vida, que nos tornemos apenas a flecha em Suas mãos, pois já fomos alvo de Sua graça.

Que o Senhor nos encontre com corações e braços dispostos!!!


Deus nos abençoe!!!

5 comentários:

  1. Belas mensagens Aninha!
    bjs
    te amo!

    Telma Bacelar

    ResponderExcluir
  2. Adorei o Blog...
    Sei que Deus tem muitas coisas a ministrar em sua vida. Seja feliz e realizada em Deus. Como diz a palavra, Bendito serás na Terra, no campo e por onde passar abençoada será.

    Saudades...

    Fernando Ramos

    ResponderExcluir
  3. Lindo, Ana!
    Que o Senhor te inspire a escrever, cada dia mais, coisas lindas que nos edificam!!
    Bjs
    Eli

    ResponderExcluir
  4. entaum continue o adorando!!cantando ou dançando que seja p ele. bjs aninha te amo!!

    ResponderExcluir
  5. Pois é Ana, deixar ser usado por Deus...
    Espero que você deixe Deus usar sua vida, não se esconda atrás das dificuldades e das lutas.
    Falo (escrevo) talvez mais dura, porque tenho percebido o seu desejo de abraçar a Obra de Deus, mas com um certo receio...
    Menina se joga, se lança logo....bjs

    ResponderExcluir